fbpx

Obediência

O que será que a obediência tem a ver com suas finanças? Vi na Bíblia uma passagem muito significativa que me chamou muito a atenção. Dê uma olhada na sua Bíblia e veja o texto de Gênesis 7.5, que diz assim: “Noé fez tudo conforme o que o Senhor Deus havia mandado”.

Ao ler essa passagem, talvez você não perceba o quanto a obediência é importante para a realização de tudo o que Deus deseja fazer em sua vida, inclusive na área financeira. Nós, seres huma­nos, lutamos muito com esta questão de obediência e, a não ser que você seja muito diferente de todos nós, acho que você também luta com isso.

Porque, como diz a Palavra de Deus, o espírito é forte, mas a carne é fraca — e nas finanças isso não é muito diferente. Às vezes desobedecemos a Deus por não conhecer o caminho a seguir. Quer dizer, muitas vezes tomamos decisões financeiras erradas porque não conhece­mos os princípios bíblicos de administração do dinheiro.

Até aí você ainda tem uma desculpa. Mas e quando sabemos o que fazer, mas não obedecemos? Como fica a coisa então? Aí não resta mesmo desculpa! Muitas vezes ficamos aborrecidos com Deus porque não conseguimos o progresso financeiro que gostaríamos.

Mas será que você está realmente obede­cendo a Deus? É sempre bom fazer essa autorreflexão. Eu procuro fazer isso e, algumas vezes, vejo que deixo a desejar, que preciso melhorar minha obediência.

Vamos então parar um pouquinho e ver o caso de Noé. A Bíblia diz que ele obe­deceu em tudo. Não ficou questionando Deus. Viu como isso pesa no resultado final? E repare que a arca não deve ter saído nada barata! O projeto era gigantesco e certamente foram necessários muitos recursos financeiros. Além do mais, humanamente falando, a coisa não fazia muito sentido. Acho que as pessoas deviam achar que ele estava ficando louco mesmo. Mas ele seguiu adiante, e por isso recebeu o favor de Deus. E por causa de sua obediência, Deus estabeleceu uma aliança com ele e com sua descendência.

Outros personagens bíblicos também foram obedien­tes a Deus. Abraão foi obediente ao seu chamado de sair do meio do seu povo e de sua família. E Deus lhe disse: Os seus descendentes vão formar uma grande nação. Eu o aben­çoarei, e seu nome será famoso, e você será uma bênção para os outros. Abençoarei os que o abençoarem e amaldiçoarei os que o amaldiçoarem. E por meio de você eu abençoarei todos os povos do mundo.” (Gênesis 12.2-3.)

Conclusão: Decida que você será obediente a Deus. Não deixe para amanhã esta decisão. Sempre que for tomar uma decisão financeira, pergunte a você mesmo: Qual princípio financeiro da Palavra de Deus está envol­vido nesta decisão? Estou sendo obediente a esse prin­cípio, ou não? Ore sempre antes de tomar suas decisões financeiras. Sempre que possível, peça a um amigo para conferir sua obediência.

Recommended Posts